DONS - 11 - Discernimento

TITULO – diakrisis

 Na tentativa de melhor compreender os Dons espirituais na vida de Igreja – corpo de Cristo, fazemos algumas classificações dos Dons, estas classificações não são categóricas, irrepreensíveis ou algo do gênero, mas, apenas uma tentativa de melhor compreender a Manifestação do Espírito Santo de Deus na vida dos seus servos.

Temos por classificação os seguintes segmentos para os Dons:

- Dons de SERVIÇO             - São os dons que realizam efetivamente a Obra de Jesus Cristo na terra, que atuam de maneira clara, direta e efetiva no meio da congregação dos santos, promovendo a comunhão, paz, adoração e direcionamento da Igreja para o Glorificar ao Deus Verdadeiro.

            Aposto, Profeta, Mestre, Pastor, Evangelista

- Dons de APOIO                  - São os dons secundários, que o seu exercício ocorre a partir de outro Dom, os primários, o Dom é importante e imprescindível para o exercício do ministério principal, e na ausência dos Dons de Apoio o Ministério principal fica incompleto.

            Discernimento, Diaconia, Misericórdia, Fé, Exortação, Generosidade, Liderança, Governo, Interpretação de línguas, intercessão, Louvor e Adoração; Criatividade, Sabedoria, Conhecimento;

- Dons de MARAVILHAS   - São os Dons de maior impacto visual, dons que “quebram” leis da física e da lógica humana, demonstrando o Poder de Deus sobre toda a criação.

            Línguas, Curas e Sinais de Maravilha, Exorcismo,

 

Dito isto, entendo que o Dom do Discernimento esteja dentro dos dons de “apoio” e talvez seja o Dom deste grupo mais importante. Visto que o exercício do Ministério Apostólico, Profético e Pastoral carecem de discernimento na interpretação das Sagradas Escrituras, aplicação desta nos respectivos ministérios, bem como para a execução de todo e qualquer projeto tomada de decisões, etc.

O Dom de Discernimento foi decisivo para decisões importantes da Igreja Primitiva (questões de Circuncisão, Dizimo e Oferta – Ananias e Safira) e também o é para a igreja atual.

 

01 – DOM - diakrisis Discernimento

1) habilidade de discernir, discernimento, julgamento

 

BASE BIÍBLICA -

E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o Dom de Discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas. Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. 1 Coríntios 12:10-11

 

RESUMO INDICATIVO DO DOM -

O Dom de Discernimento é a capacidade especial dada pelo Deus Triuno para a sua Igreja reconhecer “A Voz do seu Pastor”. E mais,

A capacidade critica de julgar e separa o certo do errado, o verdadeiro do falso, o que efetivamente procede do Deus Eterno e o que não!

“as minhas ovelhas ouvem a minha voz”

“se possível enganariam até os escolhidos”

Mesmo o cristão que não tenha o Dom de Discernimento em evidencia ou exercício pleno, tem a manifestação mínima necessária do Discernimento espiritual para não cair no engano espiritual do nosso adversário. Veja:

 

Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Mateus 24:24

 

O Dom é de Discernimento “espiritual” a capacidade de criticar e ou julgar outras questões do dia-a-dia, esta habilidade pode ser desenvolvida, o Dom é dado por Deus com objetivo especifico do crescimento de sua Igreja.

Outro destaque que merece ser dado neste enunciado do Dom de Discernimento é que pela manifestação deste Dom é que os primeiros Apóstolos, Mestres e Pastores puderam identificar e combater as heresias do passado, e certamente precisamos deste Dom para combater as do presente.

 

Algumas características exigíveis para o exercício deste Dom :

  1. Foco e Concentração;
  2. Conhecimento Bíblico Minucioso;
  3. Cautela e frieza;
  4. Sensibilidade;

 

DOM DE DISCERNIMENTO NO ANTIGO TESTAMENTO

Como sempre observamos a cada Dom, a manifestação especial do Deus Eterno para com o seu povo não é restrito ao Novo Testamento, O Deus Triuno “sempre” esteve a frente da história, dirigindo-a para onde Ele mesmo quer, lembrando que o nosso Deus é o primeiro e o ultimo, o Alfa e o Omega.

Assim sendo, também o Dom especial do Discernimento ocorre no Antigo Testamento.

O Dom do Discernimento no Antigo Testamento permitia não somente identificar a voz e ou a vontade do Deus Eterno, mas, auxiliou juízes, profetas e reis a tomarem decisões corretas, vejamos:

 

Josué – O povo de Israel perdera uma guerra humanamente fácil, e o próprio Deus avisa que havia algo errado, todavia, Josué recebe Discernimento especial para identificar o mal.

Levanta-te, santifica o povo, e dize: Santificai-vos para amanhã, porque assim diz o SENHOR Deus de Israel: Anátema há no meio de ti, Israel; diante dos teus inimigos não poderás suster-te, até que tireis o anátema do meio de vós. Então disse Josué a Acã: Filho meu, dá, peço-te, glória ao SENHOR Deus de Israel, e faze confissão perante ele; e declara-me agora o que fizeste, não mo ocultes. Josué 7:19; 13

Davi – perseguido injustamente por Saul, tinha uma decisão a tomar: Fazer justiça com as próprias mãos e assumir o trono que já lhe era de direito ou não?

E disse aos seus homens: O SENHOR me guarde de que eu faça tal coisa ao meu senhor, ao ungido do SENHOR, estendendo eu a minha mão contra ele; pois é o ungido do SENHOR. 1 Samuel 24:6

 

Todavia, outros personagens agiram “Sem o Discernimento” do Espirito, e tomaram decisões equivocas, e pagaram preço altíssimo por tal, vejamos:

Saul – O profeta Samuel orienta – vindo do Senhor, que Saul aniquilasse todos o povo inimigo, bem como os seus pertences, Deus, não precisa de nada que venha do mundo rebelde, mas, Saul, julgou mais importante oferecer ao Deus Eterno o fruto da rebeldia adversária. Por conta disto, o reino lhe foi tirado e dado a Davi.

E disse Saul: De Amaleque as trouxeram; porque o povo poupou ao melhor das ovelhas, e das vacas, para as oferecer ao SENHOR teu Deus; o resto, porém, temos destruído totalmente. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.1 Samuel 15:15; 23

Jefte – sem Discernimento espiritual, faz um voto – tido como “voto de tolo”, declarando que ofereceria em sacrifico aquilo que primeiro visse ao chegar em casa, a primeira coisa que viu foi sua única filha!

Vindo, pois, Jefté a Mizpá, à sua casa, eis que a sua filha lhe saiu ao encontro com adufes e com danças; e era ela a única filha; não tinha ele outro filho nem filha. E aconteceu que, quando a viu, rasgou as suas vestes, e disse: Ah! filha minha, muito me abates-te, e estás entre os que me turbam! Porque eu abri a minha boca ao SENHOR, e não tornarei atrás.Juízes 11:34-35

DOM DE DISCERNIMENTO NO NOVO TESTAMENTO

No Novo Testamento muitos são os exemplos da capacidade especial de julgar, criticar e discernir uma situação, citamos apenas alguns com o mesmo personagem – Pedro, ora agente passivo ora ativo no uso do Dom do Discernimento.

 

PASSIVO – Jesus com Discernimento discerni a 1º a ação e resposta de Pedro, vindo da parte do Deus Eterno, e a 2ª vindo da parte do Adversário

E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.

Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens. Mateus 16:16-17;23

 

ATIVO – Agora o próprio Pedro é quem discerni as ações espiritualmente, 1º a ação do Diabo em Ananias e Depois em sua mulher Safira, ambos intentaram enganar o Espírito Santo de Deus – e não a Pedro ou homens.

Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade?

Então Pedro lhe disse: Por que é que entre vós vos concertastes para tentar o Espírito do Senhor? Eis aí à porta os pés dos que sepultaram o teu marido, e também te levarão a ti. Atos 5:3; 9

ATRIBUTOS DO DOM DE DISCERNIMENTO

 

  1. DEPENDENCIA DE DEUS; - Não age por “achismo” mas, em tudo depende de Deus;
  2. INTIMIDADE COM DEUS;- Tem vida intima com Deus, em oração e estudo da Palavra;
  3. VERDADEIRO;- A capacidade especial do Espirito Santo o leva a decidir sempre pela a verdade, sem privilégios a ninguém.

 

A - DEPENDENCIA DE DEUS

O cristão que tem o Discernimento não age por “intuição” ou mesmo pela lógica, visto que, o próprio Deus em sua infinita e incomparável sabedoria confunde os homens - I Co 1.19 - Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes. 1 Coríntios 1:19 – vimos nos exemplos acima que Saul agiu pela sua sabedoria e errou feio! O discernimento carece de Dependencia, sensibilidade a voz de Deus e paciência em busca da verdade, e somente da verdade.

 

B – INTIMIDADE COM DEUS

A intimidade com o Eterno não é algo fechado ou restrito, todo e qualquer cristão pode a ter, todavia, ao que parce pelos diversos registros bíblicos e experiências na história da Igreja, poucos são os que a buscam, poucos são os que atingem este estado. No texto de Salmos 25.14 - O segredo do SENHOR é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança. – Percebemos que a intimidade ou os segredos do Eterno são para os que o temem.

O crente que é agraciado por Deus com o Dom do Discernimento o é pelo seu temor, respeito, reverencia a Deus, Sua Palavra, Sua Vontade, enfim, é para aquele que se submete à vontade do Deus Todo Poderoso.

 C – VERDADEIRO

É evidente que a Verdade – que não algo conceitual, mas o próprio Senhor Jesus (João 14.6) é característica básica para todos os Dons, contudo, é importante ressaltá-la como atributo para o exercício do Dom do Discernimento, pois, haverá situações que a verdade – discernida, deverá:

a) Julgar ações de membros do Corpo de Cristo/ Igreja Local - No caso de Pedro com Ananias e Safira,

b) Denunciar ações do Maligno inclusive na vida dos lideres – no caso de Saul, usurpando a função do Sacerdote;

e ainda:

c) Decisões e ou faltas equivocadas de lideres, inclusive os de renome entre os homens - Pedro acusando Jesus antes de sua morte.

Poderíamos ainda citar a Coragem e Determinação como atributos marcantes deste Dom, pois, alem de Discernir o certo do errado, ou, o verdadeiro do falso, o crente que possui este Dom, deverá sempre posicionar-se diante das situações.

 

CONCLUSÃO

O Dom de Discernimento é para os dias atuais. Numa época de avanços científicos e tecnológicos, do levantar de lideres midiáticos e megas igrejas é o Dom do Discernimento que manterá o povo de Deus no enfoque da Verdade, não se intimidando pelas aparências (tecnologias) não sendo influenciados pelos modismos evangélicos (megas igrejas) nem sendo enganados por falsos mestres, pastores e ou profetas.

Abraços Pr. Públio Azevedo

Programação da Semana

Segunda-Feira  - 20 hs
Oração, Clamor e Vitória;

Terça-Feira       - 20 hs
Encontro das Mulheres;

Quarta-Feira    -
16h- Espaço Aberto- Esportes
19h30-RECUPERE - clique aqui
20h- Estudo Biblico/Doutrinario

Quinta-Feira     - 16 hs
Espaço para Adolescentes

Projeto Mulheres do XV

Sábado
8h- EDUCAXV-cursinho ENEM
13h- Ensaios -Adolescentes
14h- Evangelismo- PESCA
15h- Ensaios -Jovens
16h- LIBRAS -
Projeto Mãos que Libertam 
20h- Vide agenda do Mês

Domingos
9h00 hs - Culto da Manhã

9h45 hs - EBD/Ministérios

17h30 - Celebração
19h30 - Celebração

Mensagens

Login -XVNET

Mensagem do Pastor

Foto Culto IBPXV

“Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres."
Salmos 126:3

 A IBPXV é o espaço ideal para você (criança, adolescente, jovem ou adulto) e sua família buscar e desenvolver o Caráter de Jesus Criso.

Uma Igreja "VIVA e ALEGRE" que não abre mão da seriedade e reverência que o relacionamento com o Deus Eterno e Santo exige, assim sendo, manifesta em seus cultos e na vida em sociedade a alegria de filhos que sabem o Pai Amoroso que tem.

Cultos festivos, espontâneos e alegres. Louvor contagiante; Pregações atuais-relevantes;

Clamor/Intercessão contínuo.

Convido você a nos fazer uma visita, e caminhar conosco nesta busca até o Grande Dia de Encontro com o Senhor Jesus.

Abraços Pr. Públio Azevedo.

gp1

gp7

gp2

gp8

gp3

gp9

gp4

gp10

gp5

gp6